Prêmio Escola Transformação

Sobre o Prêmio

O Prêmio Escola Transformação tem o objetivo de reconhecer publicamente as práticas e experiências exitosas das unidades escolares no processo de melhoria da qualidade do ensino.

É destinado às escolas que ofertam etapas de ensino regular - ensino fundamental, ensino fundamental em tempo integral, ensino médio propedêutico, ensino médio em tempo integral propedêutico e ensino médio em tempo integral profissional.

O prêmio é dividido em 3 edições, premiará até 1.000 escolas e destinará até 105 milhões de reais às unidades de ensino. Cada escola poderá receber de 100 mil a 600 mil reais por edição, a depender da etapa de ensino premiada.

Nesta página você poderá consultar todas as informações sobre o Prêmio Escola Transformação. A página está dividida em 8 partes, além desta seção introdutória. São elas:

1. Linha do Tempo

Concede acesso a todos os documentos relacionados ao Prêmio, publicados e disponibilizados à rede, por data.

2. Indicadores do Prêmio

Lista e explica todos os indicadores que compõem a premiação, nos três diferentes tipos: indicadores de elegibilidade, indicadores de premiação e indicadores de desempate.

3. Informações importantes, Bases de Dados e Datas de Referência

Apresenta as informações mais importantes das Resoluções SEE nº 4.524/2021 e 4.574/2021, as bases de dados utilizadas para o cálculo dos indicadores e os períodos das ações referentes a cada uma das edições do Prêmio.

4. Monitoramento dos Indicadores

Contém orientações sobre o acompanhamento, pelo gestor de unidade escolar, do indicador de utilização pelos professores da escola, por meio de painel disponibilizado no SIGAE (Sistema Integrado de Gestão e Avaliação Educacional).

5. Prêmios

Descreve os quantitativos de prêmios e valores a serem disponibilizados às escolas premiadas em cada uma das três edições do Prêmio.

6. Interposição de Recursos

Contém orientações sobre o processo de interposição de recursos sobre os resultados preliminares das premiações, tais como os tipos de recursos, os prazos e o meio de solicitação.

7. Portfólio de Projetos

Contém orientações sobre a utilização do recurso financeiro concedido pelo prêmio, projetos disponíveis no Portfólio, a escolha dos projetos via formulário eletrônico e outras informações relacionadas.

8. Resposta às Dúvidas Frequentes

Responde aos questionamentos mais frequentes sobre o critério de acesso de professores às ferramentas Google .

9. Lista de Escolas Premiadas

Concede acesso à lista preliminar e final de escolas premiadas de cada edição do Prêmio.

Linha do Tempo

Linha do Tempo_v29112021.pdf

Documentos citados na linha do tempo

Live Escolas Premiadas - 2ª Edição do Prêmio Escola Transformação

A Secretária Julia Sant’Anna no dia 21/10 às 17h recebeu para um outro bate-papo virtual as escolas agraciadas na 2ª Edição do Prêmio Escola Transformação na live onde compartilharam experiências e estratégias sobre o regime híbrido de ensino, e contam como foi construir um trabalho diferente e bem sucedido e sobre a premiação de sua escola.


Indicadores do Prêmio

O Prêmio Escola Transformação, em suas 3 edições, leva em consideração indicadores de elegibilidade e de premiação. Especialmente na primeira edição, são utilizados apenas os indicadores de elegibilidade para a seleção das escolas destaques, ordenadas conforme melhores médias dos indicadores de participação e acesso de professores.

Na segunda e terceira edição, as escolas são premiadas a partir do Inest que leva em consideração os indicadores de fluxo e desempenho dos estudantes. Podem participar da 2ª e 3ª edições apenas as escolas que atenderem aos requisitos mínimos de participação dos estudantes na avaliação de referência da premiação e na utilização pelos professores da plataforma online indicada pela SEE, no período de referência da premiação.

Cada um dos indicadores é detalhado a seguir.

Indicadores de Elegibilidade

Indicadores de elegibilidade são definidos como aqueles que tornam as escolas elegíveis ao Prêmio. Para todas as edições, serão utilizados 2 indicadores de elegibilidade. São eles:

  • Acesso de professores à plataforma disponibilizada pela secretaria

Utilização pelos professores da escola, da plataforma online indicada pela Secretaria, igual ou superior a 80% no período de referência. O índice de acesso pelos professores à plataforma é calculado pela média dos percentuais semanais de acesso à plataforma online indicada pela Secretaria pelos professores de cada unidade escolar, durante o período de referência. Para a 1ª e 2ª Edição do Prêmio basta que haja no mínimo um acesso semanal para que o docente seja contabilizado no percentual semanal.

Considerando o regime híbrido vigente, o índice de utilização pelos professores para a 3ª edição do Prêmio irá considerar o acesso quinzenal (a cada duas semanas), em função da alternância do atendimento às turmas (presencial-remoto). Os dias considerados para cômputo dos acessos dos professores permanecem de segunda-feira a sábado, excetuando-se domingos, feriados e recessos.

  • Participação dos estudantes nas Avaliações de Aprendizagem ofertada pela SEE

Taxa de participação dos estudantes nas avaliações igual ou superior a 80% - língua portuguesa e matemática - e igual ou superior a 60% nas demais áreas de conhecimento.

Importante destacar que a cada edição, são levados em consideração períodos e avaliações distintas, a depender do período do momento no ano letivo. Esses detalhamentos poderão ser consultados na próxima seção, que trata das bases de dados e datas de referência para cada uma das edições do Prêmio Escola Transformação.

Indicador de Premiação

Indicador de premiação é definido como aquele que será utilizado para classificar as escolas na premiação.

Na primeira edição, o indicador de Premiação foi definido como a média entre dois indicadores: 1. a participação dos estudantes na avaliação Diagnóstica e; 2. o percentual médio de acesso de professores às ferramentas disponibilizadas pela Secretaria.

  • Participação dos estudantes na avaliação Diagnóstica

O indicador de participação é calculado pela razão entre: o número de estudantes presentes (avaliados) e o número de estudantes esperados (matriculados) em cada etapa de ensino. Ou seja, o total de estudantes que preencheram ao menos três respostas do teste para cada área de conhecimento avaliada, dividido pelo total de estudantes enturmados no Simade (Sistema Mineiro de Administração Escolar) até o último dia de aplicação da avaliação.

  • Percentual médio de acesso de professores às ferramentas

O índice de utilização pelos professores da plataforma é calculado pela média do percentual de acessos semanais às ferramentas Google, disponibilizadas pela SEE, através de login pelo e-mail institucional.

Já nas segunda e terceira edições do Prêmio, os indicadores de premiação foram nomeados como Inest, que significa “Índice Escola Transformação” e foram definidos como Inest-1, Inest-2 e Inest-3, conforme as avaliações de aprendizagem aplicadas. Em outras palavras, Inest-1 levará em consideração os resultados da Avaliação Diagnóstica de 2021; Inest-2 levará em consideração os resultados da Primeira Avaliação Trimestral e, por fim; Inest-3 levará em consideração os resultados da Segunda Avaliação Trimestral. O Inest foi construído inspirado no IDEB. Neste sentido, para o cálculo do Inest são levados em consideração os indicadores de Fluxo e de Desempenho.

  • Indicador de fluxo escolar (F)

O indicador de fluxo se assemelha à aprovação do estudante, tendo como base o bimestre de referência da premiação. Para seu cálculo, utiliza-se a Carga Horária bimestral dos estudantes e a Nota Bimestral das componentes curriculares obrigatórias que geram reprovação. Neste cálculo são levadas em consideração todos os anos de escolaridade que compõem o nível de ensino (Anos Iniciais, Anos Finais ou Ensino Médio). Os detalhes relacionados à fórmula de cálculo e às matrículas consideradas podem ser consultados no ANEXO I das Resoluções SEE nº 4.524/2021 e SEE nº 4.574/2021.

  • Indicador de desempenho (D)

Esse indicador é obtido pela média padronizada da proficiência em língua portuguesa e matemática em determinada etapa avaliada. Calculado por escola, a padronização é realizada através da proficiência média dos estudantes produzida na mesma escala do Saeb. Os detalhes relacionados à fórmula de cálculo e às matrículas consideradas podem ser consultados no ANEXO I das Resoluções SEE nº 4.524/2021 e SEE nº 4.574/2021.

Indicadores de Desempate

Indicadores de desempate são: a taxa de participação na última avaliação de rede aplicada, conforme a etapa de ensino, considerando os estudantes presentes nos testes de todas as áreas de conhecimento avaliadas; a taxa de participação total da escola na última avaliação de rede aplicada, levando-se em consideração todas as etapas de ensino presentes nos testes de todas as áreas de conhecimento avaliadas e; o indicador de desempenho calculado para a etapa de ensino na última avaliação de rede aplicada: Na 1ª edição, é considerada a Avaliação Diagnóstica; na 2ª edição, a 1ª Avaliação Trimestral; e na 3ª edição, a 2ª Avaliação Trimestral.

Informações importantes, Bases de Dados e Datas de Referência

Conforme indicado nas Resoluções SEE nº 4.524/2021 e 4.574/2021:

  • Para o cômputo dos estudantes na taxa de participação, serão considerados aqueles enturmados no Simade no último dia de aplicação da avaliação. Para estudantes presentes são levados em consideração os previstos na data de referência (que realizaram teste digital ou transcrito) e aqueles cadastrados como caderno extra na plataforma (não previstos na base de referência e tiveram os testes transcritos).

  • O estudante é considerado presente para uma área de conhecimento avaliada se preencher ao menos três respostas da avaliação.

  • O índice de acesso pelos professores à plataforma é calculado pela média dos percentuais semanais ou quinzenais de acesso à plataforma online indicada pela Secretaria pelos professores de cada unidade escolar, durante o bimestre. Excepcionalmente, para a primeira premiação, o índice de acesso pelos professores à plataforma online indicada pela Secretaria corresponderá ao período de 1 (um) mês.

  • O percentual de acessos semanais (ou quinzenais) contabiliza a partir de um acesso de cada professor durante a semana (ou de duas em duas semanas).

  • O prazo para a interposição de recursos à SEE contra os resultados preliminares da premiação é de 5 (cinco) dias úteis a contar da divulgação do resultado final, publicado no DOEMG.


1ª Edição:

  • 14/04/2021: Base de referência para alocação dos estudantes às turmas, com resultados da Avaliação Diagnóstica e definição de estudantes previstos para cálculo da participação.

  • 30/04/2021: Data limite para indicação dos estudantes que realizaram testes adaptados, no Sistema de Gestão Escolar - SGE.

  • 28/05/2021: Último dia de lançamento dos resultados dos estudantes que realizaram avaliação diagnóstica impressa. Essa é a data de referência para considerarmos todos os estudantes que estiveram presentes no teste de forma online ou impressa.

  • 01/06/2021 a 30/06/2021: Período de acompanhamento do acesso pelos professores à plataforma online indicada pela Secretaria. São considerados para o cálculo apenas os professores regentes de turma e regentes de aula de componente obrigatória que gera reprovação.

  • 31/05/2021: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no período de 01/06 a 30/06. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 18/06/2021: Envio da declaração de não acesso à internet pelas escolas.

  • 25/06/2021: Envio do consolidado das declarações válidas pela Regional.

  • 10/07/2021: Divulgação da lista preliminar de escolas premiadas na 1ª Edição do Prêmio Escola Transformação.

  • 12/07/2021 a 19/07/2021: Interposição de recurso do 1º prêmio pelas escolas.

  • 12/07/2021 a 26/07/2021: Análise prévia dos recursos do 1ª Edição do prêmio pelas Regionais (deferimento-indeferimento).

  • 27/07/2021 a 03/08/2021: Processamento dos recursos da 1ª Edição do Prêmio pelo órgão central e CAEd, responsáveis pelos cálculos dos indicadores, que poderão reverter a situação da solicitação. Isso significa que até o dia 03/08/21 os recursos deferidos pelas SREs estão sujeitos à reavaliação e, por isso, o status no sistema de recursos poderá ser alterado.

  • 04/08/2021 a 06/08/2021: Recálculos necessários.

  • 12/08/2021: Divulgação da lista final de escolas premiadas na 1ª Edição do Prêmio Escola Transformação.


2ª Edição:

  • 06/07: Base de referência para alocação dos estudantes às turmas, com resultados da Primeira Avaliação Trimestral e definição de estudantes previstos para cálculo da participação.

  • 10/05 a 16/07: Período de acompanhamento do acesso pelos professores à plataforma online indicada pela Secretaria. São considerados para o cálculo apenas os professores regentes de turma e regentes de aula de componente obrigatória que gera reprovação.

  • 30/04: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de maio. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 31/05: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de junho. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 30/06: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de julho. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 1º bimestre: Período de referência para cálculo do indicador de fluxo do Inest-1 e Inest-2.

  • 27/08: Divulgação da lista preliminar das escolas premiadas na 2ª Edição do Prêmio Escola Transformação.

  • 27/08 a 09/09: Interposição de recurso da 2º Edição do prêmio pelas escolas

  • 27/08 a 10/09: Análise prévia dos recursos da 2ª Edição do prêmio pelas Regionais (deferimento-indeferimento)

  • 13/09 a 24/09: Processamento dos recursos da 2ª Edição do Prêmio pelo órgão central e CAEd, responsáveis pelos cálculos dos indicadores, que poderão reverter a situação da solicitação. Isso significa que até o dia 24/09/21 os recursos deferidos pelas SREs estão sujeitos à reavaliação e, por isso, o status no sistema de recursos poderá ser alterado.

  • 27/09 a 29/09: Re-cálculos necessários.

  • 27/09: Disponibilização do Portfólio de Projetos do Prêmio Escola Transformação

  • 02/10: Divulgação da lista final de escolas premiadas na 2ª Edição do Prêmio Escola Transformação.

  • 04/10: Comunicação das escolas vencedoras via e-mail da SEE e disponibilização do formulário para escolha dos Projetos.

  • 04/10 a 08/10: Prazo para as escolas vencedoras escolherem os Projetos, validar com o colegiado Escolar e preencher o formulário disponibilizado por email.

  • 06/10: Divulgação do Relatório Final, disponibilizado via compartilhamento de pasta no Google Drive, para todas SREs e suas escolas.

  • 11/10: Fechamento da lista de projetos selecionados pelas escolas.

  • 12/ a 14/10: Envio de planilha com valores de Custeio e Permanente para cada escola com Especificação da quantidade e nome dos itens permanentes.

  • 19/10: Emissão dos Termos de Compromisso pela SEE.

  • 20/10: Emissão da grade orçamentária para descentralização dos recursos para SRE (SEE).

  • 21/10 a 22/10: Empenho dos Termos de Compromisso pela SRE (DAFI).

  • 25/10 a 27/10: Liquidação Termos de Compromisso (DAFI).


3ª Edição:

  • 22/09: Base de referência para alocação dos estudantes às turmas, com resultados da Primeira Avaliação Trimestral e definição de estudantes previstos para cálculo da participação.

  • 03/08 a 08/10: Período de acompanhamento do acesso pelos professores à plataforma online indicada pela Secretaria. São considerados para o cálculo apenas os professores regentes de turma e regentes de aula de componente obrigatória que gera reprovação.

  • 31/07: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de agosto. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 31/08: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de setembro. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 30/09: Base de referência de professores que terão os acessos acompanhados no mês de outubro. Aqueles considerados como pertencentes ao quadro de horários da escola associados às turmas, no Simade no último dia do mês anterior ao período de acompanhamento.

  • 1º bimestre: Período de referência para cálculo do indicador de fluxo do Inest-2.

  • 2º bimestre: Período de referência para cálculo do indicador de fluxo do Inest-3.

  • 29/10: Divulgação da lista preliminar de escolas premiadas na 3º Edição do prêmio

  • 03/11 a 09/11: Interposição de recursos da 3ª Edição do Prêmio pelas escolas.

  • 03/11 a 12/11: Análise prévia dos recursos do 3º Prêmio pelas Regionais (deferimento-indeferimento).

  • 16/11 a 19/11: Processamento dos recursos terceiro prêmio pelo órgão central e CAEd, responsáveis pelos cálculos dos indicadores, que poderão reverter a situação da solicitação. Isso significa que até o dia 19/11/21 os recursos deferidos pelas SREs estão sujeitos à reavaliação e, por isso, o status no sistema de recursos poderá ser alterado.

  • 22/11 a 23/11: Recálculos necessários.

  • 26/11: Divulgação da lista final de escolas premiadas na 3ª Edição do Prêmio Escola Transformação.

  • 26/11: Disponibilização de relatório de status final dos recursos interpostos para Regionais.

  • 29/11 a 03/12: Prazo para as escolas vencedoras escolherem os Projetos, validar com o colegiado Escolar e preencher o formulário disponibilizado por email.

  • 06/12: Fechamento da lista de projetos selecionados pelas escolas.

  • 07/12 a 09/12: Envio de planilha com valores de Custeio e Permanente para cada escola com Especificação da quantidade e nome dos itens permanentes.

  • 16/12: Emissão dos Termos de Compromisso pela SEE.

  • 17/12: Emissão da grade orçamentária para descentralização dos recursos para SRE (SEE).

  • 20/12 a 22/12: Empenho dos Termos de Compromisso pela SRE (DAFI).

  • 23/12 a 24/12: Liquidação Termos de Compromisso (DAFI).

Monitoramento dos Indicadores

Cada gestor de unidade escolar poderá acompanhar a taxa de participação da avaliação por meio do portal Simave (Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública) durante a aplicação dos testes.

No que se refere ao indicador de utilização pelos professores da escola, da plataforma online indicada pela SEE, os(as) gestores(as) escolares e Regionais poderão acompanhar as atualizações do indicador de acessos dos professores, a partir do início de setembro, por meio de painel disponibilizado no SIGAE (Sistema Integrado de Gestão e Avaliação Educacional).

O acesso ao SIGAE deve ser realizado através do link https://sigae.institutounibanco.org.br/. Para escolas que já participam do Projeto Jovem de Futuro, o acesso será dado pelo mesmo login e senha utilizados, já para escolas que não fazem parte do Projeto Jovem de Futuro, o login e senha serão aqueles utilizados para acessar o Portal SIMAVE no perfil escola e regional, no entanto, a senha genérica de acesso deve ser acrescida da parcela “@See”, respeitando letras maiúsculas e minúsculas. Exemplo: Caso a senha de acesso, da escola ou regional, ao portal SIMAVE seja 123456, a senha no SIGAE será 123456@See. Ao acessar o sistema, o painel estará disponível em: “Relatórios”-->”Execução”-->”Monitoramento MG”. Veja o guia de acesso AQUI.

Prêmios

As premiações serão realizadas por etapa de ensino, assim, a escola pode concorrer a mais de uma premiação (conforme etapa de ensino). Na 1ª edição as escolas premiadas serão prestigiadas com menção honrosa.

Já na 2ª edição, haverá a premiação com R$ 100 mil reais por escola. E, na 3ª edição, o valor é até de R$ 200 mil* reais por escola. A 1ª edição contará com até 300 prêmios, a 2ª e 3ª edições contarão com até 350 prêmios destinados às unidades escolares:

1ª Edição: menção honrosa - 300 prêmios

    • 60 prêmios EFAI, 120 prêmios EFAF e 120 prêmios EM.

2ª Edição: R$ 100 mil reais por escola - 350 prêmios

  • Categoria 1: Inest-2: 30 EFAI, 60 prêmios EFAF e 60 prêmios EM;

  • Categoria 2: Variação entre o Inest-1 e o Inest-2: 40 prêmios EFAI, 80 prêmios EFAF e 80 prêmios EM.

3ª Edição: até R$ 200 mil* reais por escola - 350 prêmios

  • Categoria 1: Inest-3: 30 EFAI, 60 prêmios EFAF e 60 prêmios EM;

  • Categoria 2: Variação entre o Inest-2 e o Inest-3: 40 prêmios EFAI, 80 prêmios EFAF e 80 prêmios EM.

* Os R$ 200 mil reais por escolas premiadas serão pagos da seguinte forma: a escola premiada na 3ª Edição receberá R$ 100 mil reais e somente depois de confirmado o crescimento entre o Ideb de 2019 a 2021 é que receberão os outros R$ 100 mil reais que serão pagos no ano de 2022, sendo assim, nem todas as escolas serão agraciadas com o valor de R$ 200 mil reais.

É importante destacar que na 2ª e 3ª Edições uma mesma escola não poderá concorrer à premiação das duas categorias no mesmo nível de ensino.

Os valores financeiros recebidos pelas escolas premiadas deverão ser utilizados com a escolha de um ou mais de um de Projeto, de acordo com o limite do valor do prêmio. Disponibilizamos um Portfólio contendo 21 projetos que podem ser consultados e escolhidos. Para mais informações, consulte a seção do Portfólio, abaixo.

Interposição de Recursos

Após a divulgação preliminar dos resultados do prêmio, será aberto por 5 (cinco) dias úteis o período de interposição de recursos à SEE contra os resultados dos indicadores. As escolas que manifestarem interesse em interpor recursos deverão preencher o formulário eletrônico específico no Portal SIMAVE (https://avaliacaoemonitoramentosimave.caeddigital.net/#!/login).

1ª Edição

Os tipos de recursos para 1ª Edição do Prêmio Escola Transformação poderão ser destinados à revisão dos seguintes indicadores de premiação e/ou elegibilidade:

(i) Taxa de participação na avaliação diagnóstica;

(ii) Índice de utilização das ferramentas Google, disponibilizadas pela SEE, pelos professores.

A solicitação de recursos deve observar apenas as motivações previstas no próprio formulário, podendo haver necessidade de anexar documentos comprobatórios.

As orientações detalhadas sobre o processo de interposição de recursos pelas unidades escolares estão no Guia de Recursos Escola.

Este vídeo também contém as orientações para navegação no Portal Simave para solicitação de recurso.

2ª Edição

Os tipos de recurso para a 2ª Edição do Prêmio Escola Transformação poderão ser destinados à revisão dos seguintes indicadores de premiação e/ou elegibilidade:

(I) Taxa de participação na primeira avaliação trimestral;

(II) Índice de acesso dos(as) professores(as) nas ferramentas Google for Education (Gmail, Drive e Google Sala de Aula por exemplo), disponibilizadas pela SEE.

(III) Resultado da 1ª Avaliação Trimestral ; e/ou

(IV) Resultado do Índice Escola Transformação (Inest-1 e/ou Inest-2).

Vale destacar que é necessário preencher um formulário para cada tipo de recurso, caso o responsável pela unidade escolar pretenda interpor recursos para mais de um critério. A solicitação de recursos deve observar apenas as motivações previstas no próprio formulário, podendo haver necessidade de anexar documentos comprobatórios.

As orientações detalhadas sobre o processo de interposição de recursos pelas unidades escolares estão no Guia de Recursos Escola.

3ª Edição

Os tipos de recurso para a 3ª Edição do Prêmio Escola Transformação poderão ser destinados à revisão dos seguintes indicadores de premiação e/ou elegibilidade:

(I) Taxa de participação na avaliação diagnóstica;

(II) Índice de acesso dos(as) professores(as) das ferramentas Google Sala de Aula, disponibilizadas pela SEE.

(III) Resultado da 2ª Avaliação Trimestral ; e/ou

(IV) Resultado do Índice Escola Transformação (Inest).

Além dos critérios acima, a escola também pode interpor recurso para os critérios de elegibilidade e desempate, são eles:

(V) Taxa de participação dos(as) alunos(as) na 2ª Avaliação Trimestral.

Vale destacar que é necessário preencher um formulário para cada tipo de recurso, caso o responsável pela unidade escolar pretenda interpor recursos para mais de um critério.

A solicitação de recursos deve observar apenas as motivações previstas no próprio formulário, podendo haver necessidade de anexar documentos comprobatórios.

As orientações detalhadas sobre o processo de interposição de recursos pelas unidades escolares estão no Guia de Recursos Escola.

Portfólio de Projetos

O recebimento das premiações em valor financeiro se dará por transferência de recursos às Caixas Escolares, via Termo de Compromisso. Para cada etapa premiada, as unidades de ensino receberão o valor de R$100.000,00 (cem mil reais). Este valor deverá ser executado com a aquisição de projetos pedagógicos previstos em Portfólio elaborado pela SEE/MG.

Este portfólio é composto por 21 projetos. Consulte o conjunto de projetos AQUI.

A escolha do(s) projeto(s)ocorre por meio de formulário eletrônico disponibilizado para as escolas premiadas após publicação no diário oficial. Nesta 3ª edição, o preenchimento deste formulário deve ser realizado pelo Diretor da escola premiada, entre os dias 29/11 e 03/12.

A escolha de um ou mais projetos deve, conforme estabelece o Art. 14º, Resolução SEE nº 4524/2021, precisa ter a anuência do Colegiado Escolar.

Com a disponibilização do formulário às unidades de ensino premiadas, as escolas também tiveram acesso a um vídeo tutorial para maior esclarecimento com relação ao preenchimento.

Em caso de dúvidas, consulte o FAQ sobre o Portfólio ou envie email para spp.escola.transformacao@educacao.mg.gov.br.

Respostas às Dúvidas Frequentes

2ª Edição

Qual a função do Índice Escola Transformação e do Prêmio Escola Transformação?

O Prêmio Escola Transformação tem como objetivo reconhecer publicamente as práticas e experiências exitosas das unidades escolares no processo de melhoria da qualidade do ensino. Foi instituído pela Resolução n° 4.524, de 11 de março de 2021 (alterada pela Resolução no 4.574/2021 e retificada conforme publicação em 14 de agosto de 2021). O Índice Escola Transformação - Inest é destinado a mensurar os melhores resultados de desempenho e fluxo escolar nas seguintes etapas de ensino regular: Ensino Fundamental - anos iniciais, Ensino Fundamental - anos finais e Ensino Médio.

Quantas vezes ao ano o Índice Escola Transformação será calculado?

Será calculado três vezes ao longo do ano letivo, a cada avaliação da Rede Estadual aplicada, sendo: Avaliação Diagnóstica, Primeira Avaliação Trimestral e Segunda Avaliação Trimestral (Art.3º, Resolução SEE 4.524/21), conforme abaixo:

I). Índice Escola Transformação 1 (Inest-1): calculado a partir dos resultados da avaliação diagnóstica, das informações sobre nota e frequência dos estudantes no primeiro bimestre.

II). Índice Escola Transformação 2 (Inest-2): calculado a partir dos resultados da primeira avaliação trimestral, das informações sobre nota e frequência dos estudantes no primeiro bimestre.

III). Índice Escola Transformação 3 (Inest-3): calculado a partir dos resultados da segunda avaliação trimestral, das informações sobre nota e frequência dos estudantes do primeiro e segundo bimestres.

Cada um dos Inest é calculado para as três etapas de ensino: Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Assim, teremos:

  • Inest-1 para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental;

  • Inest-1 para os Anos Finais do Ensino Fundamental;

  • Inest-1 para o Ensino Médio;

  • Inest-2 para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental

  • Inest-2 para os Anos Finais do Ensino Fundamental;

  • Inest-2 para o Ensino Médio;

  • Inest-3 para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental

  • Inest-3 para os Anos Finais do Ensino Fundamental;

  • Inest-3 para o Ensino Médio.

As premiações serão iguais nos 3 (três) Prêmios?

Não. Na primeira premiação foram distribuídos 300 prêmios e as escolas foram agraciadas com uma menção honrosa, a segunda e a terceira premiações contarão com 350 prêmios cada uma e cada prêmio terá o valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), que poderão ser utilizados conforme disposto no Artigo 14, da Resolução SEE nº 4.524/2021, mediante a escolha no Portfólio Pedagógico de um projeto ou um combo de projetos que feche o valor de R$ 100.000,00, ou R$ 200.000,00 ou R$ 300.000,00 (caso a escola seja premiada em mais de uma etapa).

*OBS: Os projetos escolhidos pela escola deverão ter anuência do Colegiado Escolar para as ações que desejam implementar, além de estar de acordo com a legislação vigente.

Como será repassado esse valor às escolas agraciadas?

O repasse de recursos se dará por meio de termo de compromisso. Importante lembrar que as escolas premiadas deverão contar com as caixas escolares aptas para o recebimento do recurso. Conforme Artigo 13 da Resolução 4524/2021, em seu parágrafo 3º: “A escola cuja Caixa Escolar esteja impedida de receber recursos da Secretaria de Estado de Educação, devido a má conduta administrativa, será desclassificada da premiação”.

Quais são as categorias do Prêmio que as escolas concorrem?

Na Segunda edição do Prêmio, são duas as categorias:

  • Categoria I - Melhores Inest-2

  • Categoria II - Melhores variações percentuais positivas entre o Inest-1 e o Inest-2.

Como é feita a distribuição destes prêmios?

Para os Melhores Inest-2:

  • 30 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Anos Iniciais;

  • 60 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Anos Finais;

  • 60 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Ensino Médio.

Para as melhores variações percentuais positivas entre o Inest-1 e o Inest-2:

  • 40 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Anos Iniciais;

  • 80 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Anos Finais;

  • 80 prêmios no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Ensino Médio.


Quantas vezes uma escola pode ser premiada na segunda edição?

Uma escola pode ser premiada apenas uma vez em cada categoria de premiação, por etapa de ensino, assim sendo, uma escola pode ganhar um prêmio na Etapa do Ensino Fundamental Anos Iniciais, mais um prêmio na Etapa do Ensino Fundamental Anos Finais e mais um prêmio na Etapa do Ensino Médio; o que totaliza (3) três prêmios que é o máximo que ela pode ganhar - caso a escola oferte todas as etapas de ensino.

*OBS: A escola que concorre e é premiada na categoria de melhor Inest-2 (categoria I) em determinada etapa - por exemplo, no Ensino Médio - não poderá concorrer novamente na categoria de melhores variações percentuais na mesma etapa, portanto, será premiada em apenas uma das categorias por prêmio caso oferte somente uma das etapas de ensino.

Qual o período de referência para o cálculo dos indicadores referentes à 2ª premiação?

O período de referência depende de qual indicador da premiação se trata.

  • Indicador de acesso de professores: período de referência é o 2° bimestre letivo (10/05 a 16/07);

  • Indicador de fluxo do Inest-1 e do Inest-2: período de referência é o 1° bimestre letivo (08/03 a 07/05);

  • Indicador de desempenho do Inest-1: Avaliação Diagnóstica;

  • Indicador de desempenho do Inest-2 e taxas de participação: 1ª Avaliação Trimestral

  • Indicador de fluxo do Inest-1


Confira as datas do calendário Escolar do ano de 2021 no link abaixo:

MINAS GERAIS - CADERNO 1 DIÁRIO DO EXECUTIVO TERÇA-FEIRA, 22 DE DEZEMBRO DE 2020 – 43 Documento assinado eletrônicamente co

Todas as escolas estaduais participam do Prêmio Escola Transformação?

Todas as escolas estaduais que alcançam os valores indicados para os critérios de elegibilidade e que ofertam ensino regular, ensino integral e/ou integral profissional, conforme consta na Resolução SEE nº 4.524/2021. Nesta edição, participam as escolas que ofertam 5º ou 9º anos do ensino fundamental ou 3º ano do ensino médio da modalidade regular, conforme definição do Censo Escolar.

As turmas das escolas que não serão contabilizadas para esse prêmio são:

  • EJA;

  • educação especial não integrante do ensino regular;

  • atividade complementar;

  • Atendimento Educacional Especializado (AEE).


Quais são os critérios de elegibilidade para que a escola seja participante da 2ª Edição do Prêmio?

Para que a escola seja elegível ao Prêmio é necessário atingir os seguintes valores em cada um dos critérios de elegibilidade. São eles:

I) Ter obtido taxa de participação mínima de 80% nos componentes de Língua Portuguesa e Matemática, e 60% de participação em Ciências Humanas e Ciências da Natureza. Um estudante é considerado como participante caso tenha respondido 3 questões ou mais no teste.

II) Ter alcançado uma média, do índice de acessos semanais de professores às ferramentas Google, disponibilizada pela SEE, com o mínimo de 80% no 2º bimestre; período compreendido entre 10/05 a 16/07.

Qualquer escola participante do prêmio pode interpor recurso?

Sim. A interposição de recursos faz parte do direito e da transparência do Prêmio e é uma forma da escola não ser prejudicada.

Qual o período de interposição de recursos pelas escolas?

Para a Segunda edição, o período para interposição de recursos pelas escolas será entre os dias 27/08/2021 a 03/08/2021.

Quais os períodos de análises dos recursos interpostos?

Período de análises pelas SREs de 27/08/2021 a 09/09/2021.

Período de análises pelo Órgão Central de 10/09/2021 a 17/09/2021.

Onde encontramos o formulário eletrônico para interposição de recursos?

Formulário eletrônico específico no Portal Simave > Card “Prêmio Escola Transformação”. O acesso ao formulário está disponível no Login do Diretor e Coordenador Escolar.

*OBS: É possível impetrar recursos também sobre os resultados do Índice Escola Transformação (Inest) e sobre o Resultado da 1ª Avaliação Trimestral.

Todos os recursos mesmo sendo em grande quantidade serão analisados?

Sim, todos os recursos interpostos no período estipulado e seguindo as orientações corretas serão analisados pelas SREs, pela Equipe de Avaliação de Recursos do Órgão Central, e pelo CAEd, conforme abrangência de atuação de cada equipe.

*OBS: Os recursos interpostos e deferidos serão analisados em meios digitais pela SEE e pelo CAEd no que couber, e os recálculos do resultado serão devidamente realizados.

Os recursos interpostos pelas escolas, encaminhados para as SREs analisarem poderão ser deferidos ou indeferidos. Após a SRE analisar como deferido é possível ele ser indeferido na análise do Órgão Central e ou pela CAEd?

Após deferido pela SRE se houver alguma inconsistência percebida durante a análise da Equipe de Avaliação do Órgão Central e ou CAEd, o recurso será analisado em outras ferramentas tecnológicas, e, comprovando a inconsistência no que foi alegado pela escola, o recurso poderá sim ter o status alterado de DEFERIDO para INDEFERIDO.

A escola que já foi premiada na 1ª Edição, agora para o 2º Prêmio, ela concorre de igual forma com as outras que não foram premiadas?

Sim. A escola que foi premiada no 1º Prêmio concorre ao 2º Prêmio sem privilégios, o que permite que outras unidades de ensino possam também ter práticas e experiências exitosas, reconhecidas.

A premiação levou em consideração o porte das escolas para classificação/premiação? Escolas pequenas têm mais chance de alcançar 100%?

Não. O Inest não leva em conta o porte das escolas, ou seja, o número de estudantes atendidos por elas, nem para classificação nem para premiação.

*OBS: Na 1ª Edição do Prêmio tivemos escolas de pequeno, médio e grande porte que foram agraciadas por suas práticas exitosas.

Qual o tipo de recurso pode ser interposto para o quadro de professores da escola?

Tipo de recurso:

- Índice de acesso dos professores (Critério de Elegibilidade)

O professor que se ausentou para licença de tratamento de saúde pelo período de 3, 5 ou 15 dias será contado para o acesso do Prêmio ou será excluído da contagem?

Caso o professor tenha se ausentado por um período superior a uma semana, a escola deverá interpor recurso e apresentar devidamente a documentação que comprove o período de licença do docente. Então, ele não será considerado durante a vigência da licença, para, assim, não prejudicar o indicador de acesso dos professores da escola.

Quais professores terão seus acessos contabilizados?

Terão seus acessos contabilizados

  • Professores regentes de turma ou de aula vinculados a uma turma do Ensino Regular e inseridos no Portal SIMADE, conforme período de referência utilizados para o monitoramento até 30/04/2021 - para acompanhamentos de maio, até 31/05/2021 - para acompanhamentos de junho e até 30/06/2021 - para acompanhamentos de julho. (Mesmo já sendo professores efetivos da escola)

  • Professores que lecionam em componente curricular obrigatório da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que geram reprovação (Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Biologia, Física, Química, etc.). Veja a lista de componentes curriculares considerados obrigatórios para cálculo dos indicadores do Prêmio Escola Transformação.

*OBS: O acesso dos professores às ferramentas Google deverá ser feito pelo e-mail institucional cadastrado no SIMADE .

Quais dias de acessos pelos professores serão contabilizados para o 2º Prêmio?

Serão contabilizados todos os acessos realizados entre segunda e sábado, dentro do período de referência para a 2ª premiação, que são: maio (10/05 a 29/05/21), junho (31/05 a 26/06/21) e julho (28/06 a 16/07/21).

*OBS: Não serão aceitos nessa contagem acessos realizados aos domingos, feriados, recessos e pontos facultativos.

Em quais situações os professores podem ser desconsiderados do cálculo de acessos?

As situações em que os professores que podem ser desconsiderados são:

  • Professores que estão no quadro de servidores e não pertencem à escola;

  • Professores que estão impossibilitados de acessar por motivo de licença;

*OBS: No caso do afastamento do servidor, a escola deverá anexar ao recurso o comprovante de afastamento. Ex: Atestado médico, publicação de afastamento preliminar para aposentadoria, etc).

Minha escola tem um professor que não pertence mais ao quadro e não pode ser contabilizado nos acessos pois já foi dispensado, como desconsiderá-lo do cômputo de acessos às ferramentas da SEE?

Para a retirada do professor que já foi dispensado e não pertence mais ao quadro de servidores da escola, no sistema de recursos, é necessário escolher a opção de exclusão de professor, colocar a justificativa e anexar o QI com assinaturas e identificação para todos (campo obrigatório).

Meu professor participa ativamente do trabalho da escola, é colaborativo, posta atividades normalmente no Google Classroom e não está contabilizado os acessos dele no Prêmio. Por que isso acontece?

O acesso é registrado pelo e-mail institucional do docente cadastrado no SIMADE. Mesmo que ele tenha acessado, se for com outro e-mail, os acessos não serão contabilizados. Se ainda assim, os acessos não estão sendo registrados, é necessário solicitar recurso de inclusão desses acessos para análise da situação.

Quais os tipos de recursos podem ser interpostos sobre os estudantes da escola?

É possível interpor recursos para taxa de participação dos estudantes na Avaliação Trimestral, sendo:

Para os estudantes esperados (matriculados)

  • Exclusão do estudante impossibilitado(a) de realizar a avaliação;

  • Alteração na enturmação do(a) estudante;

  • Alteração da escola do(a) estudante;

Para os estudantes presentes (avaliados)

  • Inclusão do estudante com avaliação adaptada (que não tenha sido registrado no SGE no período informado);

  • Exclusão de turma ou estudante ausente, que está considerado como presente;

Os alunos aparecem com nomes duplicados na listagem e com resultados diferentes de participação nas avaliações. Como devo solicitar correção no formulário de recurso?

A escola deve entrar com o recurso para correção de duplicidade, e na justificativa deve especificar os nomes dos estudantes que estão duplicados e precisam ser excluídos. Como estão aparecendo resultados duplicados e diferentes para o mesmo estudante, deve-se incluir os prints das telas com o que está incorreto e com os resultados exatos das avaliações, que serão os que precisam permanecer na turma.

*OBS: Este documento de perguntas e respostas mais frequentes visa ajudar a dirimir possíveis dúvidas comuns que recebemos. Para maiores informações consulte na íntegra a RESOLUÇÃO SEE Nº 4.524/2021, RESOLUÇÃO SEE Nº 4.574/2021, RESOLUÇÃO SEE Nº 4.524/2021 Alterada. Consultem também o Guia de Recursos e o hotsite Estude em Casa, que são documentos elaborados para esclarecer e amparar todas as escolas e Regionais sobre o Prêmio Escola Transformação.

1ª Edição

Na minha escola há um docente que acessa as ferramentas Google com e-mail institucional assiduamente. Por que o nome dele não aparece na listagem do relatório de monitoramento?

No caso da primeira edição, no relatório de monitoramento constam apenas os docentes regentes de aula e de turma dos componentes obrigatórios da BNCC que geram reprovação (conforme consta na Resolução SEE Nº 4.574/2021) e que foram associados no SIMADE a alguma turma até o dia 31/05/2021. A lista dos componentes considerados pode ser consultada AQUI. Portanto, o nome do docente pode não aparecer no monitoramento pelos seguintes motivos:

  • o docente não é regente de turma ou de aula;

  • o docente é de alguma disciplina não obrigatória segundo a BNCC e que não gera reprovação;

  • o docente não estava associado a nenhuma turma até o dia 31/05/2021.

Na minha escola há um docente que acessa as ferramentas Google com e-mail institucional assiduamente. Por que o número de dias de acessos semanais dele aparece zerado?

O acesso é registrado pelo e-mail institucional do docente cadastrado no Simade e utilizado no Google Sala de Aula. Mesmo que ele tenha acessado, se for com outro e-mail, os acessos não serão contabilizados. Além disso, para ser contabilizado, o acesso precisa ter sido feito no período de referência (no caso da primeira edição do prêmio, de 01/06 a 30/06), entre segunda e sábado, exceto recesso e feriados.

Caso o docente seja regente de aula e de turma dos componentes obrigatórios da BNCC que geram reprovação e que foram associados no SIMADE a alguma turma até o dia 31/05/2021 (data de referência para acompanhamento do mês de junho) e, ainda assim não aparece no relatório, caberá ao gestor solicitar a inclusão desse docente, no cômputo dos acessos, interpondo recurso.

No relatório de monitoramento consta um docente que não está mais na escola em junho (por motivo de desligamento ou afastamento), como podemos fazer para retirá-lo do cômputo?

Durante o período de interposição de recursos da primeira edição (8 a 14 de julho), o gestor escolar poderá solicitar a exclusão desse docente. As orientações detalhadas sobre o processo de interposição de recursos serão encaminhadas em breve.

A escola tem um docente novo, contratado em junho, e seus acessos não estão sendo considerados. Como considerá-lo no cômputo?

Não há como considerar novos docentes no cômputo, além daqueles que já constam na data da base de referência. Desta forma, o docente que ingressar após a data de referência da base (31/05/2021), estipulada para o acompanhamento de junho, não aparecerá listado no acompanhamento de acessos e não será considerado no cálculo do indicador.

O docente, regente de turma ou de aula em componente obrigatório, está lecionando, mas não aparece na lista de docentes do relatório de monitoramento. Como incluí-lo?

Se o docente já estava lecionando até o dia 31/05, mas nesta data especificamente, não estava associado a nenhuma turma no SIMADE, por algum motivo, e o docente utiliza as ferramentas Google no período de referência do acompanhamento para o prêmio, o gestor escolar poderá solicitar a inclusão do docente no período de interposição de recursos. As orientações detalhadas sobre o processo de interposição de recursos serão encaminhadas em breve.

Há diferença na contabilização dos acessos pelo App Conexão Escola 2.0, Mobile, Tablet ou Computador?

Não. Independentemente do dispositivo utilizado para acesso às ferramentas Google, com o e-mail institucional, o acesso é registrado e computado.

Quais são as ferramentas Google cujos acessos estão sendo considerados nessa primeira edição do Prêmio?

Nesta primeira edição, conforme consta no Memorando-Circular nº 3/2021/SEE/DAAP, estão sendo considerados os acessos a todas as ferramentas Google tais como Google Sala de Aula, Gmail, Google Meet etc. Cabe ressaltar que é preciso estar logado por meio do e-mail institucional cadastrado no SIMADE para que o acesso seja contabilizado.

Qual será o mês considerado para a contabilização do acesso dos docentes às ferramentas Google para a 1ª edição do Prêmio?

Para a 1ª Premiação, serão considerados apenas os acessos do mês de junho (mais especificamente entre os dias 01/06 e 30/06). Adicionalmente, apenas os docentes associados a alguma turma, no SIMADE, até o dia 31/05/2021 terão seus acessos contabilizados, conforme consta no Memorando-Circular nº 3/2021/SEE/DAAP.

Em quais dias da semana o acesso dos docentes às ferramentas Google são contabilizados?

São considerados os acessos apenas nos dias letivos e sábados (pois há sábados letivos). Isso quer dizer que os acessos dos docentes às ferramentas Google em feriados, recessos ou domingos, não serão contabilizados no cálculo de acessos.

Lista de Escolas Premiadas

  • 1ª Edição


Divulgação Preliminar

Disponibilização da lista preliminar de escolas premiadas em 10/07/2021.


Divulgação Final

Disponibilização da lista final de escolas premiadas, pós recursos, em 12/08/2021.


  • 2ª Edição


Divulgação Preliminar

Disponibilização da lista preliminar de escolas premiadas prevista para Agosto.

Divulgação Final

Disponibilização da lista final de escolas premiadas, pós recursos, prevista para Setembro.


  • 3ª Edição


Divulgação Preliminar

Disponibilização da lista preliminar de escolas premiadas prevista para Outubro.


Divulgação Final

Disponibilização da lista final de escolas premiadas, pós recursos, prevista para Novembro.